Amigos

domingo, 9 de setembro de 2012

Dona de Casa Feliz??? Como assim???

Quando vi essa imagem da artista Ana Oliveira do Blog Ilustrana pela net, me identifiquei muito com minha condição atual. Gostei tanto que para usá-la fiquei horas procurando os créditos da imagem e acabei encontrando o blog dela que é cheio de talento e uma imagem mais linda que a outra, vale conferir.

Mas voltando ao assunto do título...
Dona de Casa Feliz??? Como assim???

Não foi bem essa a pergunta que me fizeram, mas foi isso que quiseram saber (sim tem gente que limita a visão e só quer enxergar coisas negativas): 
Como pode uma pessoa ser feliz sendo Dona de Casa? 
Não tenho respostas prontas, tenho conceitos bem definidos e para mim FELICIDADE é uma escolha
Posso ser feliz sim, mesmo estando triste. Hã? Sim tristeza é passageira e temos nossos dias mais deprimidos, mais chorosos, entediantes, irritados, mas afirmo que é possível ser feliz mesmo não estando alegre.
Quando depositamos a felicidade em coisas externas à nós, aí sim fica difícil ser feliz. "Só vou ser feliz quando tiver aquele carro, quando fizer aquele curso ou quando encontrar alguém que me ame". Aí quando conquistamos estas coisas, logo depositamos felicidade em novas coisas "só vou ser feliz se meu carro novo tiver tal acessório, quando fizer a pós graduação ou trabalhar na área que me formei, ou quando o amor da minha vida tiver bastante dinheiro... E assim vai". Quando a felicidade é colocada em coisas fora de nós, ela parece ser inatingível ou temporária.

Eis o segredo para escolher ser feliz sempre:
Com Deus somos felizes até no sofrimento. Com Deus aprendemos a ver a felicidade nas pequenas coisas, nos tesouros que temos e nem sempre valorizamos.
Certo dia estava levando a Giovana pra fazer um exame e enquanto aguardava o elevador, um senhor muito gentil puxou conversa e entre os agrados que disse para Giovana ele me disse com uma sabedoria linda que eu tinha em minhas mãos o maior tesouro que uma pessoa pode ter, a maior riqueza... E é verdade, posso não ter muitas coisas ou ainda perder o pouco que tenho, se tiver minha família, minhas filhas, ainda assim serei feliz. Quem crê em Jesus Cristo, sabe que o sofrimento é parte de nossa caminhada como cristão e felicidade não é concreta, não é palpável, não é algo que tem preço ou que só é possível para alguns. 

Costumo dizer para minhas irmãs, que TEMOS que ser feliz na escolha que fizemos. Se eu escolhi ser Dona de Casa, preciso ser feliz nesta condição. Não posso me apegar nos contras desta situação. Se eu ficar lamuriando que não tenho renda, que não faço nada, que sou apenas uma dona de casa, certamente a felicidade estará oculta diante destes pensamentos. Prefiro ver os benefícios de poder cuidar da minha casa do jeito que gosto, de ter o prazer de eu mesma cuidar das minhas filhas, de poder dormir a hora que eu quiser, de estar sempre de folga e de ter férias em todas as estações. Não vou dizer que é uma condição fácil, pois as questões financeiras pesam, sempre pesam, mas não posso limitar meu olhar e preocupações com isso, ao contrário, devo sorrir e agradecer sendo feliz nesta escolha e assim seria se minhas escolhas fossem outras. Muitas vezes precisamos apenas olhar a vida com outros olhos, com olhos mais belos, ver beleza onde há beleza, ainda que esta esteja escondida...

Faço uma pequena lista de felicidades que  tenho diariamente e quem sabe você faz a sua e perceba o quanto é feliz, sem mesmo ter tudo o que gostaria...

- Acordar rodeada de gente que amo (marido e filhas).
- Começar cedo a rotina da casa (cheiro de café, preparo da mesa, trocação de fraldas e alimentação das filhas e bichos).
- Esquentar a água para um chimarrão certeiro.
- Ver e sentir o amor das minhas filhas e marido.
- Ver e sentir o amor dos meus bichos, especialmente meu gato branco, que é um bicho incrível e muito sensível aos meus sentimentos.
- Ter coisas simples para fazer uma refeição todos os dias.
- Ter roupas para vestir.
- Ter um corpo perfeito ainda que esteticamente gordo.
- Ter uma fé.
- Ouvir os sabiás e ver as pombinhas disputando com as galinhas por um pouco de milho.
- Ver as plantas desabrochando, crescendo, seguindo seu rumo independente das condições à sua volta.
- Ouvir a Isabela cantando desafinadamente suas músicas prediletas.
- Ver a Giovana respondendo nossos estímulos, sorrindo e sempre feliz.
- Ver minha filhas dormindo, mamando, observá-las... Esses momentos são nostálgicos e extremamente cheios de felicidade e amor...
- Esperar pelo marido, ter alguém para esperar, para cuidar e amar...
- Fazer novas receitas...
- Estar com minha família.
- Receber amigos em casa.
- Ter amigos (reais, virtuais, irmãos).
- Trabalhar com a Catequese.
- Ler livros (amo).
- Assistir uma boa programação na Tv.
- Banho de chuva.
- Natureza.
- Dormir.
- Sentir-me amada por Deus a cada detalhe, até na minha unha que cresce, ou no meu fio de cabelo que cai...

São infinitos motivos e um deles é escrever aqui.
Escolha ser Feliz na condição em que você se encontra e tudo mais ficará belo.

Minhas gotas de felicidade diariamente estão registradas na foto abaixo, mesmo quando tenho dias nublados, minha família é o meu raio de sol, que me ilumina e me faz sorrir.

13 comentários:

  1. Menina...que post mais lindo!!!! Muitas pessoas precisavam ler, muitas...adorei tudo que vc disse e assino em baixo! E vamos ser felizes e agradecer por tudo que temos e somos!
    Beijos e te desejo um ótimo domingo e muita paz!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camomila Rosa! Quanto carinho em tuas palavras. Obrigada pelo apoio. Beijos

      Excluir
  2. Jé li muita coisa linda por aí,mas esse texto está maravilhoso ,abençoado,feliz é gratificante viver e ver que tem pessoas felizes e que alardeiam com alegria!
    Fiquei emocionada em ler e sentir tanto carinho e amor numa família!!
    Grande abraço e que sua felicidade se multiplique muitas vezes!
    Feliz domingo para toda família!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliana, assim como o nome do teu blog inspira, temos que aprender a ver as COISAS BOAS DA VIDA! Obrigada pelo carinho!

      Excluir
  3. muito da nossa vida vai de nossas escolhas, desde nossa profissão, o que estudar até em escolher o marido, se quer ter filhos, enfim. Claro, há coisas que a vida nos impoe mas que é nosso dever requebrar e aprender a conviver bem com isso. O ser humano faz suas escolhas, e sabe que entre elas há as renuncias, mas uma escolha bem feita, faz a gente feliz, seja trabalhando ou sendo dona de casa... eu não conseguiria ser dona de casa apenas, é coisa minha, mas admiro quem seja e faz isso com amor e não por obrigação!
    BjuuuuuS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sammy!
      Eu sempre quis cuidar de uma família, tentava cuidar da minha família de origem, mas nunca tive sucesso, rsrsr. Eu penso que a melhor escolha é ser feliz, independente do que fazemos. Certamente não fiz uma graduação só pra ficar em casa, mas no momento uso o que aprendi no meu dia a dia com minhas pequenas, obrigada pelo carinho e apoio de sempre. bjs

      Excluir
  4. Lindo amiga...palavras do coração as melhores... Ser dona de casa é um dom, é uma graça e é uma dádiva, estou experimentando isso aos poucos...ainda com muito sono atrasado da correria em que eu vivia, ainda muito bagunçada... mas feliz por dar essa parada e cuidar da minha família... e literalmente por ordem na casa. Se as mães tivessem a tranquilidade de ficar em casa e cuidar dos filhos, pelo menos na primeira infância as coisas estariam bem melhores... Beijão e paz.
    Fica com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Andressa! Não sabia que você estava por casa. Coisa boa, sei que vc tb prioriza isso, mas costumo dizer que não sou dona da razão, mas que isso me faz feliz, respeito quem se sente melhor de outra maneira, não condeno quem quer trabalhar sem precisar, acho que cada um tem seus próprios valores e os meus são estes: Deus + Familia! Bjs querida!

      Excluir
  5. Que lindo texto, Rita! Concordo com tudo o que vc falou. QUando temos fé e depositamos nossa felicidade em coisas espirituais, estamos sempre bem conosco mesmo. E isso é o que importa.
    OBrigada pelo comentário sobre a batatinha.FIco feliz que vc tenha gostado.
    Uma semana abençoada para todos nós,
    Bj e parabéns pela linda familia,
    Lylia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lylia! Obrigada pelo carinho, tuas receitas são maravilhosas e vão aparecer outras por aqui. beijos

      Excluir
  6. Rita! Eu amei este texto... traduz muito bem o que eu sinto diariamente, também... pois sou uma dona de casa feliz! Lindo demais!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Rita,
    Lindo texto. Fico muito feliz em saber que existem muitas mulheres, assim como eu, que são felizes com a escolha de cuidar da casa e da família. Amo ser dona de casa, falo isso com muito orgulho! Cada vez mais percebo que precisamos diminuir esse preconceito que nos cerca, afinal somos donas de casa felizes. Parabéns pela família linda que vc tem. Deus os abençoe. Bjos, Suyane

    ResponderExcluir
  8. Nossa texto simplesmente lindo. Ameiiiii. Com certeza uma lição pra mim. Um beijoO.

    ResponderExcluir

Fico feliz que você esteve aqui! Sinta-se à vontade para deixar registrada esta visita, nem que seja um "Oizinho"!! Bjs que Deus lhe abençoe!