Amigos

quarta-feira, 8 de abril de 2015

PROJETO PÁSCOA 2015 - LAVA PÉS E PARTILHA DO PÃO


Quinta-feira Santa não teve aula e como de costume celebramos ludicamente o gesto da partilha do pão e do lava pés.

Primeiro lemos duas versões das Bíblias infantis com estas passagens.
Explicamos que o gesto de Jesus era para nos lembrar e ensinar que devemos sempre ajudar os outros.

Foi tudo divertido pra elas.


Lavando os pézinhos da mana...


Gesto simples, único e lúdico.


Secar com a toalha e com amor...


A vez da Gigi retribuir o gesto de amor e de carinho...


O pai ajudando, pois a jarra estava pesada.


Como disse, se divertiram muito, mas aprenderam também.


Delicadeza,carinho, amor....


Gestos que espero que levem pro resto da vida, não somente uma com a outra, mas com todas as pessoas.


Depois foi feita a partilha do pão, fizeram primeiro com as bonecas e depois entre nós.


Dividiram o pão,


as uvas e o vinho (suco de uva) 


Isso é Páscoa para nós...


Reviver em família os gestos e ensinamentos de Jesus.


Não consegui postar no mesmo dia. Bem que gostaria, mas minha prioridade hoje é viver e partilhar o que posso, ajudar quem quer ser ajudado. Ando muito cansada e desgastada, então o pouco de energia que me resta é dedicado à minha família. 
O que não der pra aproveitar esse ano, no próximo teremos mais uma Páscoa!





terça-feira, 31 de março de 2015

PROJETO PÁSCOA 2015 - JARDIM DA RESSURREIÇÃO

 

Hoje consegui fazer o Jardim da Ressurreição, quem me ajudou foi a Gigi pois a Bela estava na escola. Quando a mana chegou, falamos mais sobre a morte e ressurreição de Jesus, lendo os textos bíblicos e depois contemplando e entendendo o verdadeiro sentido da páscoa no nosso Jardim especial:  Jesus venceu a morte! Morrer não é o fim!


Gigi participou com muito boa vontade, e pela primeira vez essa atividade teve um significado maior para ela. Dessa forma, aos poucos e ludicamente ela vai compreendendo o real significado e os valores que queremos passar à elas sobre esta data.


A mana chegou da escola, fizemos um momento de reflexão no quarto e depois eu e ela fomos contemplar nosso jardim, lembrando de todo calvário de Cristo.


A mana estava dormindo e o pai ocupado, mesmo assim foi um momento de grande espiritualidade e consciência. Ela já sabe o porquê o coelhinho da páscoa não deve ter o destaque nesta comemoração e sim JESUS.


Assim vou tentando de forma lúdica, interativa e sem muita fantasia, apresentando pra elas a nossa fé.
E elas já estão cheia de ideias para a 5ª feira-santa, a sexta-feira da paixão e finalmente a páscoa!
Aos poucos vamos partilhando aqui!


FELIZ SEMANA SANTA!

segunda-feira, 30 de março de 2015

VÍDEO SOBRE A PÁSCOA!


Não conseguimos fazer o JARDIM DA RESSURREIÇÃO hoje.
Mas assistimos esse lindo e adorável vídeo, que ilustra de forma lúdica e na linguagem deles a história da páscoa.


Deixo como sugestão para quem não viu ainda, e pra quem já viu, é só assistir de novo, pois a emoção é a mesma!

FELIZ SEMANA SANTA!

domingo, 29 de março de 2015

PROJETO PÁSCOA 2015 - DOMINGO DE RAMOS


Nossa Semana Santa iniciou com a celebração da Santa Missa de Ramos. Acordamos cedo e fomos à celebração. Fazemos questão de vivenciar o verdadeiro sentido da Páscoa conforme nossa fé.


Esse ano o tal coelhinho vai parecer por aqui com mais ênfase, pois com ida à escola dona Isabela inventou essa, mas como nos anos anteriores, ele não vai ser o centro das atenções.

Para nós, Páscoa é Ressurreição de Jesus, e não coelho e chocolates apenas!


Já em casa, ilustramos essa celebração ludicamente:


MATERIAIS USADOS

- Um burrinho (pode ser confeccionado. Isabela desenhou e eu colei sobre o fundo de uma garrafa pet 500ml para que ficasse de pé e o Jesus (bonequinho) pudesse ficar em cima.)
- Um boneco para ser Jesus (usei uma imagem infantil de Jesus, encontrei na livraria Paulinas em POA)
- Brinquedos (para ser a multidão)
- Ramos de árvores
- pedacinhos de tecido ou papel para ser os mantos jogados pelo caminho
- Bíblia para crianças
- Bíblia para adultos

COMO FIZEMOS ESSE MOMENTO:

Nos reunimos no chão da sala e fiz a leitura da Bíblia infantil correspondente à passagem, que é ilustrada.



Depois fiz a leitura da Bíblia normal (Mateus 21, 1-17 e João 12,12-19).


Conforme eu lia, elas iam montando com nossa ajuda o cenário. Primeiro colocando Jesus sobre o burrinho, depois jogando os mantos pelo chão e sentando as barbies lado a lado com ramos verdes saudando o rei Jesus.



O pai também leu e participou, o que torna ainda mais especial esse momento, tendo a família toda reunida.. 


E assim ficou a entrada de Jesus em jerusalém, com mantos e ramos pelo chão, multidões com ramos gritando HOSANA!


Tendo essa vivencia clara e objetiva do real sentido da Páscoa, eu ão me importo que o coelho apareça, mas no seu devido lugar, sem tirar a centralidade desta solene festa!


Amanhã, faremos o Jardim da Ressurreição, e ao longo da semana estarei partilhando nossas atividades desta semana tão especial aqui e na página do face.


Brincar, vivenciar, entender. Trazer para a realidade delas e encher de significados o que cremos.


Não dá pra passar uma data tão especial sem valorizar, o VERDADEIRO significado. Mesmo para quem não é cristão, a Páscoa é Ressurreição de Jesus! 


Os chocolates são sempre bem vindos, o coelho é tolerado, mas 

JESUS É SOBERANO SEMPRE!


FELIZ SEMANA SANTA!


domingo, 1 de março de 2015

Bolacha Champanhe - CASEIRA


Prefiro chamar de bolachas da tia Iva, pois foi lá no interior de São Jorge quando visitamos nossos familiares que encontramos entre tantas delícias essa bolacha que as meninas amaram.

Essa receita é metade da original e ainda assim rendeu MUITASSSS bolachas, ao ponto de eu ter que encher um pote e congelar. Para descongelar é só retirar do congelador e deixar em temperatura ambiente. Vamos à receita então:

Ingredientes:
- 4 olhos
- 500gr de açúcar
- 2 colheres de sopa de nata (usei iogurte natural)
- 75gr de banha
- 2 col. de sopa de fermento em pó
- 150ml de leite
- 50gr de sal amoníaco
- nós moscada ralada `gosto (usei raspas de limão pois não tinha nós moscada)
- farinha até dar o ponto de espichar (sem grudar nas mãos, podendo ser cortada com cortadores)
- açúcar cristal para passar em cima das bolachas

Modo de Preparo:
Bata com um fuê a banha com a nata e o açúcar, depois de bem misturado, coloque os demais ingredientes sendo por último a farinha. Vá mexendo com o fuê e quando ficar mais grossa a massa tem que ser na mão mesmo. Acredito que dê pra fazer na planetária, mas não tentei. Quando estiver com a consistência de espichar e cortar, espiche com o rolo deixando uma espessura média, não muito fina e nem muito grossa, pois crescem bastante. Corte no formato desejado e pressione um dos lado da bolacha sobre o açúcar cristal, coloque em formas antiaderentes ou untadas e leve para assar à 180° até dourar. Elas assam muito rápido, então deixe várias formas prontas. Rende muitas bolachas e dá pra congelar. Ficam macias, perfumadas e deliciosas.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Isabela vai para Escola!



Sim o tão esperado dia chegou e junto com ele um misto de sentimentos.
Isabela queria tanto ir para escola, e este ano isso foi concedido, esperado, comemorado. Mas eis que na noite que antecedia ao grande dia ela solta no carro juntamente com um choro:

  "- Mãe, eu não quero ir para escola". 

Soou estranho, assustador até, mas aos poucos reconheci nela sentimentos meus diante de situações novas. Conversamos, explicamos que estaríamos SEMPRE para buscá-la, brincamos um pouco de escola. Encenei com bloquinhos a ida e a volta dela, os momentos divertidos com os colegas e professora e que no final a mamãe sempre a buscaria de volta. Logo ela se acalmou e voltou a esperar as horas que faltavam para o grande momento.


Quanto à mim, restou acordar cedo, ficar ansiosa, preparar almoço, dar banho, preparar o lanche, verificar a mochila, arrumar cabelos (das duas), pois a mana acompanhou a espera na adaptação. Pegar a câmera fotográfica enquanto o marido preparava o chimarrão. Já no carro, uma sensação estranha, misto de sentimentos físicos e emocionais, resolvo partilhar com meu marido dizendo assim: " Estou com um embrulho no estômago"... Ele que foi delicado como um lutador de boxe me cortou dizendo: "Não começa com essas tuas ansiedades aí, te controla". Mas quem deu o nocaute foi eu ao dizer em alto e bom som: - "Me deixe viver esse momento com tudo que tenho direito, ansiedade, embrulhos, suor. Já fui professora tantas vezes, mas é a primeira vez que sou mãe de aluna. Me deixe viver plenamente este momento!

Ringue imaginário à parte, o meu "adversário" que se mostrava tão centrado e auto-controlado, não escondia a emoção e o aperto no peito de ver sua cria crescendo... Em resumo, dois pais babões um querendo esconder a emoção e a outra (eu) querendo extravasar em todos os sentidos...

  

A mana um tanto confusa, querendo ir junto, querendo ficar na "escola da Isabela", mas compreendendo que só poderá ir quando assim tiver idade. E a mãe se dividindo entre elas e suas chamadas de atenções...


Chegar na escola e ser recepcionada pela Mãe de Deus, é mais que aconchegante é confortante! Com respeito à todas as crenças, esta é a nossa e saber que a escola dará continuidade nos valores que acreditamos é o maior diferencial para nós.


E pra deixar este dia ainda mais especial, meus pais fizeram questão de participar, revivendo o momento deles há exatos 25 anos atrás quando a filha que ia à escola era eu.


É hora de dar tchau, e aos poucos saber e aceitar ter que dividir o bem mais precioso com a profe, que se tornará adorada, a princesa, aquela que tudo sabe. Mochila no gancho, um beijo de despedida e vai lá minha filha, rumo ao seu futuro....

Pode parecer pieguice, mas só quem é mãe e valoriza momentos assim, sabe do que estou falando. É uma nova fase, cheia de descobertas e aprendizagens, para ela, para nós, para mim. Finalmente estarei do outro lado da porta, não mais recebendo os tesouros dos outros, mas entregando o meu...


Hoje, é um dia muito especial, não apenas por ser o primeiro dia de aula da Isabela, mas porque esse dia é o marco de muitas coisas, da nova fase, de pais de aluna, de um futuro que começa hoje. Todas as escolhas, pessoais e profissionais terão influência no dia de hoje.



Queremos ser pais presentes, ativos e envolvidos nesse processo pedagógico. Desde a socialização até a aprendizagem.


Queremos junto com a escola fazer o melhor para ela, por ela e por todas as crianças que estarão juntas nessa jornada.

Vai, minha filha, vai brilhar.... Porque vieste ao mundo através de mim, és um pedaço meu e do seu pai, és o nosso amor concretizado em forma humana, mas não é nossa propriedade, não foi feita para nós. Enquanto pudermos guiar teus caminhos, e estar ao teu lado, assim o faremos. 



 Mas quando já não for do nosso alcance só nos restará orar, e pedir que Ele que tudo pode e tudo tem feito por nós te acompanhe e te guie no caminho do bem, para fazer o bem. 
Amei esse momento na capela junto com minha mãe. Gratidão por tudo Senhor!


Ass.: Mãe babona emocionada que não sente vergonha de sentir o amor em todos os seus matizes...

Ahhh, colocarei a foto da Profe Ana assim que eu tiver autorização da mesma!


terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Bolinho de chuva e Homens brincando de boneca







Mãe, faz aqueles bolinhos de quando chove? 

(assim pediu minha filha quando queria pedir bolinhos de chuva.


Ingredientes:
- 2 1/2 xícara de farinha de trigo
- 1/2 xícara de farinha de milho (opcional) Se não usar a farinha de milho acrescente esta quantidade de farinha de trigo.
- 1 xícara de leite morno
- 1 xícara de açúcar
- 1 col. de sopa de fermento químico (de bolo)
- 1 col. de chá de sal
- 3 ovos
- canela em pó e açúcar para polvilhar por cima após estarem prontos.

Modo de preparo:
Bata os ovos com o açúcar, acrescente as farinhas aos poucos, em seguida o fermento, o sal e o leite morno. Misture tudo muito bem. a massa não pode ficar muito mole, então se for necessário, acrescente um pouco mais de farinha. Aqueça o óleo e quando estiver bem quente, em fogo baixo, vá fritando à colheradas até ficar bem douradinho. Retire, escorra e papel absorvente e em seguida se desejar passe-os no açúcar com canela e transfira para outro recipiente.

Depois é só passar o café e me chamar rsrsrs!





_________________________________________________________________________

Agora sobre homens brincando de boneca...


Definitivamente eles não sabem brincar de bonecas!

Minhas filhas se divertem muito e é isso que importa, mas que é super engraçado de ver, isso é inegável.

E quando ele resolve fazer a voz das barbies? ( Óh céus)

Hoje por sorte era o boneco que estava sob sua responsabilidade, mas definitivamente a brincadeira pode até ficar mais divertida porém ainda assim bizarra!