Amigos

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Isabela e os Jogos Caseiros I


Essa é mais uma atividade inspirada na Pedagogia Montessori. Coisas simples que temos em casa que além de entreter a criança, servem para desenvolver suas habilidades motoras.
Com alguns grãos de feijão, uma garrafa pet e também usei um copinho que tem um furinho para o canudo.


A atividade é simples, solicitar à criança que coloque os grãos de feijão dentro da Pet ou no caso no copinho. Isabela ficou super feliz e concentrada. Brincamos bastante, porém depois a deixei a sós para fazer a comida e os feijões foram parar todos no chão. Por isso é importante sempre estar presente nas atividades com nossos filhos.



Ela fica numa concentração que dá gosto de ver e faz uma festa cada vez que o feijão cai no potinho.


Esse tipo de atividade também proporciona a interação dos pais com a criança, e só o fato de ficarmos sentados com eles, observando e comemorando é fantástico, pois vamos percebendo aos poucos como nossos filhos estão grandes!

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Sopa de Capelletti


Sempre achei essa sopinha sem graça, ate que resolvi eu mesma fazer. Eu particularmente não gosto muito da massa, mas o caldo fica maravilhoso. Prefiro de carne de gado, mas na receita que segue fiz de frango.

Neste dia eu fiz para comemorar a Crisma do meu esposo, porém com este nosso clima, o frio que estava fazendo deu lugar à um calor nada comum, mas nem por isso a sopa deixou de agradar aos convidados. Essa receita é para 8 pessoas.

Ingredientes:
- 1Kg de Capelletti
- 1/5 kilo de frango (usei coxa e sobrecoxa)
- óleo para refogar
- 1 cebola grande
- 4 cubos de caldo de galinha
- Sal à gosto se necessário
- Tempero verde
- Queijo ralado 
- Pãozinho e vinho para acompanhar
- Água suficiente para o cozimento


Modo de fazer:
Utilize uma panela de pressão. Pique a cebola bem miudinha e refogue no óleo. Quando estiver dourada acrescente os cubos de caldo de galinha e em seguida o frango picado conforme sua preferência. Quando estiver bem cozido, feche a panela e deixe na pressão por alguns minutos, em seguida abra e adicione a água suficiente para cozinhar o capelletti. Se desejar, pode ferver a água em uma chaleira para adiantar o processo. Quando a água estiver fervendo na panela, acrescente o capelletti e espere cozinhar. Ajuste os sal se necessário. Sirva em seguida, colocando à disposição queijo ralado e tempero verde. De acompanhamento sugiro um bom vinho e pãozinho torrado.


Abaixo a foto do Crismando com seu padrinho de Crisma (meu pai). Um momento que não podia deixar de ser celebrado com muita alegria, afinal o Sacramento da Crisma é a confirmação da Fé que recebemos no Batismo.


terça-feira, 29 de maio de 2012

Isabela e o Circuito feito pelo Papai


Aqui em casa não é só a mamãe que se empenha em fazer atividades diferenciadas para Isabela. O Papai Everton é  super criativo, bagunceiro e cheio de energia. Inspirado pelo estágio de Fisioterapia Comunitária, onde ele realiza atividades para crianças em uma creche pública de Canoas, ele resolveu trazer as brincadeiras pra casa e nem preciso dizer que a Isabela adorou a diversão...

Com objetos simples e facilmente disponibilizados no ambiente dá pra entreter e estimular a criançada. Se for dentro de casa, use e abuse de colchões e almofadas. Ideias pelo google e em blogs de aprendizagem não faltam. 

Deixo as dicas do blog Torne seu filho mais inteligente da Ana Júlia.

Finalizo com uma frase da Maria Montessori: 

" A criança precisa de grande oportunidade de se mover, de explorar, de aprender através de cada sentido existente em seu corpo" (Maria Montessori).

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Leite Caramelado


Essa receita saiu por acaso, e ficou super gostosa... Eu estava fazendo outra receita e daí surgiu esse leitinho que chega bem vindo nas manhãs frias...


Ingredientes:
- 4 colheres de sopa de açúcar;
- 1 caneca de leite;


Modo de Preparo:
Coloque o açúcar na leiteira e deixe caramelar, cuidando para não queimar. Quando virar caramelo, despeje o leite e espere que o mesmo dissolva o açúcar que ficará num primeiro momento duro. Logo o leite ficará caramelo. Sirva bem quentinho e se preferir adicione mais açúcar.

domingo, 27 de maio de 2012

Isabela Ganhando Espaços em Casa

Encantada com a pedagogia Montessori, estou pesquisando, aprendendo e adaptando nossa casa em benefício de nossas filhas.



Resolvi começar pela gaveta da cozinha onde estavam meus utensílios. Coloquei todos os utensílios da Isabela (copos, canecas, mamadeiras, pratos e colher) para que ela saiba onde pegar e tenha iniciativa para ser cada vez mais independente.


Destaquei a gaveta dela com uma fita rosa, para identificar quie a 3ª gaveta é somente da Isabela. Nas demais estão os utensílios da mamãe.

Aqui o momento em que ela foi apresentada à sua gaveta... Foi uma surpresa super agradável, e acho que a carinha dela abaixo diz tudo. Ela aproveitou, interagiu, mexeu, trocou de lugar, dava pulos e gritos com seus objetos que antes só a mamãe e o papai alcançavam. E sempre que chega alguém aqui, ela fica muito feliz de mostrar que tem uma linda gaveta.


O próximo passo é adaptar um canto do armário para colocar as refeições dela (bolachas, sucos, alimentos que sejam de fácil acesso para algum lanche que ela possa fazer sozinha), já que tudo fica tão alto. Assim será também com a geladeira. As frutas não ficam ao alcance, mas estão no seu campo de visão. Assim que eu fizer essas modificações, postarei aqui também. Espero que gostem e se inspirem!
É muito gratificante fazer com que nossos filhos tenham a sensação de que fazem parte da nossa casa! Façam, vocês vão se surpreender!


Retirei o texto abaixo do blog Mãe e Muito Mais da Nádia, uma super mãe que se dedica à suas filhas e ajuda outras mamães com o desenvolvimento dos seus filhos.
_______________________________________________________________________

Ambiente Montessori
A Pedagogia de Montessori é direcionada para o ambiente e a prática escolar, mas é tão versátil que pode ser adaptada para a casa e, em especial, para o quarto da criança. Aqui estão os pressupostos básicos do "ambiente preparado" (Fonte: A Child´s Environment)
  • Deve facilitar a atividade espontânea, por isso, tudo deve estar ao alcance da criança.
  • Favorecer atividades de concentração, em geral, o ambiente tem uma mesa infantil e brinquedos educativos.
  • Permitir a máxima liberdade, evitar os exageros e as escolhas estéticas que tornam os ambientes infantis inacessíveis para as crianças.
  • Acelerar a independência e a autonomia, ao contrário da necessidade de um adulto para realizar as tarefas mais simples do dia a dia.
  • Alimentar a imaginação a partir da realidade. Por exemplo a caixa sensorial que permite brincadeiras criativas com objetos reais. 
  • Promover a interação social. A criança deve estar integrada ao ambiente do adulto para interagir e aprender.

sábado, 26 de maio de 2012

Bala de Brigadeiro


Retirei esta receita em uma revista Ana Maria Receitas - Ed 17 de 2002. Eu quis fazer esta delicadeza para o Dia das Mães, já que íamos almoçar fora, pelo menos depois teríamos um docinho pra deixar a vida ainda mais doce, porém meu brigadeiro ficou mole demais, mas não deixou de ficar gostoso, só ficou sem o formato bolinha...

Ingredientes:
- 1 receita de brigadeiro caseiro, em ponto de enrolar ( o meu ficou mole demais, pois a ansiedade era grande).
Para Calda:
- 2 xícaras de açúcar (utilizei somente uma)
- 1 xícara de água
- 1 colher de vinagre

Modo de Preparo:
Calda: Misture os ingredientes e leve-os ao fogo alto por aproximadamente dez minutos, ou até começar a amarelar. Retire do fogo e teste o ponto: ponha um pouquinho de calda em uma xícara de água e veja se ela fica durinha e crocante. 
Enrole o brigadeiro na forma desejada (bolinha) e espete com um palito. Passe no caramelo. Disponha as balas em uma assadeira untada para secar. Depois é só servir do modo que desejar.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Início do 9° Mês - A reta final


Desde que descobri que estava grávida, sempre falamos com a Isabela sobre a chegada do novo bebê. Quando tivemos a certeza do sexo, começamos a tratá-la pelo nome, Giovana, carinhosamente apelidada de Gigi

Nunca deixamos de falar, nem de demonstrar nosso amor por esta vida que está chegando, ou melhor que já está aqui, mas ainda na barriga e a Isabela aprendendo amar também...

Nas fotos ela estava fazendo desenhos para Gigi, já sabe a letrinha do nome da mana, reconhece quando o mesmo está escrito, ajuda com as roupinhas e com os acessórios...

Muitas vezes, puxa minha blusa e diz: "Oi, Gigi" e dá um beijo. Outras retira a mão do papai ou a minha que está sobre a barriga e diz "Não". Aí conversamos e ela acaba dando carinho. O mamá ela já sabe que terá que dividir e que a mana terá preferência... Ainda não sei com vai ser tudo isso, mas meus medos estão indo embora... 



Não quero pensar no que pode dar errado e sim nas coisas que vão dar certo. Um novo bebê em nossa casa, uma nova rotina, uma vida fraternal... Vai ser fácil? Claro que não, mas Deus nos capacita. Cuidei de uma sem ter nada de experiência sozinha só eu e o maridão e me virei bem, agora que já estou mais experiente penso que vai ser menos assustador.

Não vejo a hora de ver essa carinha que se forma dentro de mim, sua personalidade, seu cheirinho, seu amor... A cada mexida fico pensando o que ela está fazendo, será que vai gostar de nós, será que vai se adaptar com nossa família, chegar e já ter uma irmãzinha... Amada ela vai ser, já é, agora é só esperar a natureza seguir o seu curso. Pelos cálculos até o dia 22/06/2012 ela estará em meus braços, mas creio que virá bem antes do previsto, assim espero, pois a ansiedade é enorme.



Estou assim, bem bolinha... Com o corpo bastante inchado e cansando bastante, afinal o sobrepeso já está acima do esperado. Meu nariz é uma batata, meus pés e mãos ficam um balão, além claro do meu barrigão lindo que chegaram a me perguntar se eram dois que estavam à caminho.

Estou muito feliz, apesar do cansaço e dos problemas, que se tornam quase invisíveis diante de uma cena como esta. Nossa vivência é maravilhosa, corrida, cansativa, mas cheia da presença de Deus, por isso somos felizes, pois além de termos uns aos outros, temos Deus em nossos corações. Eis aí o segredo da felicidade. Fica a dica!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Filé de Merluza empanado com Bolacha Gergelim


Bom, isso não é bem uma receita, mas sim uma dica que peguei em algum blog, mas não lembro de onde.

Estava eu bem feliz (mentira nunca fico feliz ao fritar peixes dentro de casa) a fazer uns filézinhos pra agradar o marido, e desta vez eu quis fazer empanados pois normalmente passo só na farinha de trigo, mas aí na hora de empanar, percebi que eu não tinha mais farinha de rosca. 

Mas como o mundo bloguístico nos ajuda a ter idéias mil na cozinha e nestas minhas andanças atrás de receitas, lembro de ter visto em algum lugar, acho até que foi numa revista de receitas que eu tenho em casa, que dava pra empanar com bolacha água e sal, bastava triturar bem.

Eu só tinha aquela tipo Gergelim, soquei com um amassador de batatas e passei os peixitos neste farelo e não é que deu certo! Os gergelins até deixaram mais atraentes meus filézinhos...

Então se você passar por um aperto como este, ou simplesmente quiser tentar fazer um empanado diferente, fica a dica!


quarta-feira, 23 de maio de 2012

Feliz Aniversário Stela Maris!


O dia de hoje quero dedicar à minha amiga mais que especial Stela Maris...

O que de melhor a Pedagogia me proporcionou foi esta amizade que se iniciou em uma aula chata de Sociologia da Educação, onde tive a oportunidade de conhecer esta pessoa e ver nascer uma grande e verdadeira amizade...

A cada semestre que nos encontrávamos era uma euforia de alegria...
A cada sábado inteiro na Ulbra eram trocas de confidencias, angústias, divertimentos, e aqueles maravilhosos docinhos... Desconfio que foram eles que me fizeram engordar (rsrsr).

Entre indas e vindas de um semestre e outro tivemos a oportunidade de nos formar juntas, foi uma benção dividir um dia tão especial com alguém que foi meu auxílio e parceria para que este grande dia chegasse...

Minha amiga, ao teu lado aquela adolescente que nem sabia direito o que queria, foi aos poucos mudando e se moldando... 

Lembro dos teus relatos que fazias comida e congelava para teus amores, uma coisa que faço hoje, inspirada em você...

Um mulher guerreira, forte, batalhadora, que entre perdas e ganhos sempre manteve um sorriso doce e um olhar único...

Obrigada por nossa amizade e por compreenderes muitas vezes minha imaturidade e fugas e principalmente por não desistir de mim...

Hoje no teu aniversário, só quero estar ao teu lado festejando e louvando a Deus pela tua vida e por nossa amizade! Parabéns! Te amo!



terça-feira, 22 de maio de 2012

Bolo de Milho e Coco com Gelatina de Abacaxi



Esse bolo não saiu exatamente como eu imaginava, mas a ideia é bacana. Juntei uma receita de Bolo de Milho mais uns enfeites (mal feitos) de Goiabada e depois de pronto acrescentei Gelatina de abacaxi...

A receita do Bolo eu retirei do do Blog  da Gina, o Nacozinha. A ideia de usar goiabada com formato eu vi em algum blog mas não lembro qual, e a ideia da gelatina foi minha mesmo, pois esse bolo eu fiz para o café da tarde no aniversário da minha mãe e estava um dia muito quente em fevereiro, logo teria que ser algo geladinho...

Ingredientes:
4 xíc.de farinha de milho 
- 1/2 xíc. (chá) de açúcar
- 2 xíc. (chá) de leite
- 1/2 xíc. (chá) de óleo
- 4 ovos
- 100ml de leite de coco (Não utilizei)
- 1 colher (sopa) fermento em pó
- 100g de coco ralado fresco (usei o de saquinho mesmo)

Modo de Preparo: Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento e o coco ralado. (eu bati tudo). Numa vasilha, misture os demais ingredientes. Asse em forno médio (180°) por 30 minutos.

Montagem:
Ao colocar na forma, recortei com um cortador de biscoitos alguns pedaços de goiabada em formato de coração e distribuí sobre o bolo. Fiz uma tentativa desastrosa de colocar o número de aniversários da minha mãe, mas para estes eu não tinha molde, por isso ficaram deste jeito (foto abaixo). 

Depois de assado e frio, preparei duas gelatinas sabor abacaxi com 100ml de água quente e 100ml de água fria para cada gelatina, distribui cuidadosamente sobre o bolo e levei ao freezer até endurecer a gelatina... Deu nisso!



segunda-feira, 21 de maio de 2012

Isabela e as Letras


Isabela ganhou uma paixão pelas letras depois de ganhar um joguinho em EVA. Começamos brincando, eu dizendo as letras e de quem era cada letra, ela tentando encaixar e quando percebi ela estava encantada!


 As letras bem grandes, foram presentes da minha amiga Stela Maris, outra pedagoga que sabe presentear. As outras foram eu que comprei e paguei baratinho. Meu marido nada pedagógico me questionou porquê comprei mais letras se eram iguais, aí a Isabela se sai respondendo "este é maior"... Ô papai você não percebei que tem diferença do tamanho e que isso ajuda no seu desenvolvimento! 

Agora onde ela vê as letras é uma festa, seja nas placas de carro, nos livros que já eram uma paixão e em todo o lugar, e além de dizer qual letra a danada memoriza de quem é a letra!


A mãe babona aqui fica surpresa e feliz com o desenvolvimento e pra ajudar comprei macarrão de letrinhas... E ela come que é uma maravilha procurando as letras e vai dizendo: B de Butus (Brutus), R de Ita (Rita) M de mamãe, E de Eton (Everton), G de Gigi, I de Bebé (claro que sempre friso que é de Isabela) e assim por diante... 


Nunca me emocionei tanto com o aprendizado de alguém...
E a cada dia ela nos surpreende mais, abaixo um rabisco dela onde escrevia as letras, ia rabiscando e dizendo o nome das letras, é ou não é demais isso?


domingo, 20 de maio de 2012

Sopa de Legumes


Se tem coisa que eu amo nesse friozinho é sopa de legumes, com caldo bem grosso, milho e um pãozinho pra acompanhar... Fiz num almoço de dia frio e a Isabela me acompanhou parelhinho, pois a massa que utilizei, foram as famosas letrinhas e óbvio que ela quis comer pra achar as "LETAS"...

Não tem mistério pra fazer, mas como gosto de compartilhar vou colocar como fiz a minha e que por sinal ficou deliciosa! Claro que não chega nem perto do sopão que meu pai faz, mas valeu pra matar a vontade!

Ingredientes:
- Legumes de sua preferência;
- Carne de sua preferência;
- Caldo de sua preferência;
- Sal à gosto;
- Temperos de sua preferência;
- Macarrão da sua preferência (utilizei a de letrinhas);
- Pãozinho para acompanhar (opcional).

Modo de Preparo:
Eu refoguei uma cebola no óleo com 2 cubos de caldo de galinha. Acrescentei um pedaço de peito de frango picadinho. Aos poucos acrescentei os seguintes ingredientes bem picadinhos: batata, batata doce, chuchu, aipim, vagem, moranga, brócolis, cenoura, milho verde. Deixei ferver até que todos os ingredientes estivessem cozidos. Acrescentei o macarrão e deixei cozinhar, ajustei sal e coloquei um pouquinho de cúrcuma, aí foi só me deliciar e me esquentar com esta delícia!

sábado, 19 de maio de 2012

Arranjos da Minha Sogra


Minha sogra é muito talentosa, trabalha há anos como florista e tem um talento nato para arranjos e decorações...
Este belo arranjo ela fez com muito carinho para alegrar a Mesa da Palavra na Santa Missa de Crisma do meu marido, que obviamente é filho dela.
Foram compradas apenas as Bocas de Leão, as demais são do jardim dela.
Abaixo a foto do arranjo já na Igreja e meu maridinho lindo fazendo uma das leituras da Missa!


Obrigada pelo apoio sempre e pelo marido maravilhoso!
Que Deus abençoe teu talento!


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Pão Caseiro - Receita do Marido


Esse "pãozinho" foi feito pelo meu marido, a receita é minha, já fiz diversas vezes e nem de longe ficam lindos assim, por isso nunca divulguei aqui, mas como ele tem o sangue da Nona Catarina Dal Cero que fazia belíssimos e delicíossimos pães, imagino que está no sangue mesmo, porque fazer pães é uma arte que ainda não aprendi, mas acredito nas minhas raízes europeias também, afinal minha bisavó materna também cozinhava maravilhas pelo que me contam... Então eu penso que com o passar dos anos eu ganhe experiência e consiga fazer maravilhas na arte de cozinhar...

A receita original retirei do site Tudo Gostoso há bastante tempo e passei para meu caderninho de receitas pois foi uma das poucas que acertei...

Ingredientes:
2 copos e1/2 de água morna (eu utilizo só dois copos)
- 20 g de fermento biológico
- 1 kg de farinha de trigo aproximadamente ou até dar o ponto de amassar
1 ovo
1/2 copo de óleo
1 colher de sopa de sal
6 colheres de sopa de açúcar

Modo de Preparo:
Amorne a água e despeje num recipiente  acrescentando o fermento, o açúcar e 7 colheres de trigo. Cubra com um pano e reserve por 10 minutos. Observe que virou uma esponja, acrescente o restante dos ingredientes e pouco a pouco vá colocando o trigo. Amasse a massa com as mãos até que fique bem macia e desgrudando das mãos.  Deixe descansar coberto com um pano por mais 10 minutos. Unte a assadeira com margarina ou óleo, divida a massa em 3 pedaços e enrole como preferir. Cubra a massa e coloque no sol por alguns minutos que ela crescerá bem. Em seguida é só assar em fogo baixo até que fiquem corados.

Dica: Com esta massa também faço o chamado Pão Pizza. Espicho a massa com rolo, espalho molho de tomate pronto, acrescento queijo, orégano e presunto, enrolo e fecho as pontas. Fica divino bem quentinho...


quinta-feira, 17 de maio de 2012

Isabela e os Feijões...


Inspirada nas Caixas Sensoriais do Método Montessori, resolvi brincar um pouco com a Isabela  utilizando feijões, já que iria cozinhá-los posteriormente. Olha que fácil:

Coloquei um quilo de feijões dispostos num refratário plástico, e deixei que ela brincasse livremente, pedindo que cuidasse para não cair no chão. 

Depois de explorar os feijões, escondi uma flor de acrílico entre os feijões e ela tinha que procurar, foi uma festa cada vez que achava.

E pra finalizar, coloquei os feijões na água e deixei que ela brincasse livremente também, desde que cuidasse para não molhar o ambiente. 

A brincadeira acabou quando disse que teríamos que dar "Tchau" para o feijão pois a mamãe iria cozinhá-lo...

Ela ficou super satisfeita, adorou ajudar a mamãe, sem falar no momento de interação mãe e filha que também foi maravilhoso. 

Utilizar os recursos do nosso dia a dia transformam nossa realidade em ambientes pedagógicos sem custos adicionais...

Crianças não precisam de brinquedos caros, precisam que nós pais, percamos nosso tempo com elas, com atividades simples mas que tornam seu dia a dia mais feliz.

Indico dois blogs maravilhosos que me inspiram nestas atividades e em viver bem os momentos com a Isabela. 

O Blog da Ana Júlia, uma super mãe dedicada e cheia de criatividade e energia com suas meninas: Torne seu Filho mais Inteligente
E o Blog da Nádia, outra mamãe que não mede esforços para fazer a infância das filhas mais feliz e cheia de estímulos, e o melhor é que tudo é compartilhado para nos ajudar: Mãe e Muito Mais

Finalizo com uma frase da Maria Montessori que explica a importância das atividades sensorias:

"As atividades sensório-motoras têm grande papel no aprendizado de uma criança. Quanto mais oportunidade tem a criança de alimentar o cérebro com estímulos sensórios, mais sua inteligência se desenvolverá" (Maria Montessori).

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Grustolli ou Cueca-Virada


Essa receita é uma perdição pois amo muito este quitute com um café preto, chá, chimarrão... Quentinho na hora ou mesmo amanhecido!
Sempre que faço, lembro do meu querido Tio Fábio, que também é fã destes bolinhos. Meu marido adora e agora que acertei de vez a receita vou repassar pra que mais pessoas sejam felizes ao degustarem esse grustollis, ou cuecas viradas.

Ingredientes:
- 3 ovos;
- 10 colheres de sopa de açúcar; (se preferir pode colocar um pouco mais)
- 1 colher de sopa de fermento;
- 5 colheres de sopa de nata (se preferir pode colocar um pouco mais);
- 1 pitada de sal;
- farinha de trigo até dar o ponto de espichar;
- açúcar e canela em pó para polvilhar por cima depois de prontas.

Modo de Preparo:

Bata os ovos e misture aos poucos a nata, o açúcar, o fermento e aos poucos a farinha até que a massa possa ser aberta com rolo. Abra a massa sobre a superfície polvilhada com farinha, na espessura de sua preferência. Quanto mais fina a massa mais crocante fica, mas se você prefere ela mais macia, como eu, deixe ela mais grossinha. Corte em retângulos, faça um pequeno corte no centro e passe uma das pontas por dentro. Frite em óleo quente. Retire com escumadeira e escorra em papel absorvente. Se desejar e eu recomendo, passe numa mistura de açúcar refinado e canela... Depois é só fazer um acompanhamento, seja café, leite, etc e se deliciar...

No blog do Trugillo  tem o passo a passo e o modo como fazer a dobradura da Cueca-virada, Grustolli ou ainda Orelha de Gato.

Espero que gostem e façam! Depois me contem com ficou, ok?




terça-feira, 15 de maio de 2012

7° e 8° Mês de Gestação da Giovana



Estou no último trimestre da gestação e está sendo obviamente o mais difícil...

Parece que ao entrar no 7° mês tudo começou a pesar, a barriga, os joelhos, o quadril, até o cabelo. A paciência, a vontade de cozinhar e limpar a casa estão sumindo...

Tenho lutado contra estes desânimos e me cobrado muito, pois a dona Isabela resolveu adoecer duas vezes neste período regredindo bastante no seu desprendimento de mim, sendo cada dia mais manhosa e querendo cada vez mais mamar... Está um grude comigo, tudo é a mamãe Rita! Quer muito colo, e tem me desgastado bastante...

Mas estou chegando nos meus limites porque me cobro de mais, quero fazer tudo ao mesmo tempo: cuidar da Isabela, brincar com ela, cuidar da casa, ler, descansar, fazer comida, atualizar o blog, espiar o face, visitar minha família e não sobrecarregar o marido que já está bastante atarefado neste final de curso...

Já ouvi até da Psicóloga que eu não devo me estressar com a casa, que tenho que curtir, mas não consigo... Quando tenho alguns minutos de folga, não me dou o direito de ficar de pernas pro ar, lá vou eu fazer o que faço todos os dias, limpar, limpar e limpar.... E o que é mais frustrante é que parece que não fiz nada!

Vejo algumas casa que são tão limpinhas e organizadas e penso: "pq não consigo ter a minha assim?" Claro que o fato de ter criança pequena, animais e um patio por ajeitar influencia, mas o segredo está em "não parar"! Muitas são as noites em que vou deitar depois pra poder começar o outro dia "zerada"...

Tenho acordado todos os dias às 5h30min, faço o café do marido, preparo seu lanche e almoço... Ás vezes volto a dormir outras não... Ás vezes acho que dormir é desperdício... de vida... de tempo... Outras vezes é o que mais quero... dormir... dormir...

Sonho com o dia que terei minha casa do jeito que sempre sonhei: sempre limpinha, organizada, cheirosa e com algum quitute diferente à espera do marido...
Estou aprendendo a esperar e ver que o tempo da espera é importante, afinal cada fase tem uma magia... E para o conto de fadas se tornar realidade depende de nós...

Amo minha vida, minha casa, meu mundo, meu marido, minhas filhas, meus bichos, minha família... Mas neste momento as coisas não estão sendo fáceis!

A fé tem sido minha fortaleza, pois ela me faz chegar até Jesus, que me sustenta e que não me abandona. NEle encontro forças para continuar cada dia, mesmo nos dias mais difíceis sinto sua presença doce e seu cuidado comigo e com os meus...
Obrigada meu Deus!


segunda-feira, 14 de maio de 2012

Cri-Cri ou Amendoim Doce


Receitinha que eu amo fazer e comer, mas é impossível comer um só... Ideal para acompanhar aquela roda de chimarrão nestes dias frios... Não sei porque mas ao fazer esta receita lembrei-me do meu amado afilhado Bredley... Dedico a ele então!


Ingredientes:
- 3 copos de amendoim cru;
- 1 1/2 copo de açúcar;
- 1/2 copo de água;
- 1/2 colher de chá de fermento em pó


Modo de Preparo:
Coloque o amendoim em uma panela com a água e o açúcar e deixe ferver, mexendo sempre. Ferva até o açúcar ficar quase sem água. Adicione o fermento e ferva mais um pouco até secar bem. Despeje em uma forma e espere esfriar. Depois é só guardar em um vidro.
Se desejar poderá levar a forma ao forno para secar bem e torrar o amendoim.
Eu já fiz a receita sem adicionar o fermento e não vi diferença, então acho que ele pode ser opcional.

domingo, 13 de maio de 2012

Um até logo para meu Avô Joventino


Encerro o Dia das Mães com um pesar no coração... Meu avô paterno encerrou sua missão nesta terra, depois de dias sofridos em um leito de hospital...


Estive longe, acreditando que não ver, me faria sentir menos...


Me preocupo com meu pai, grande homem, filho deste avô querido e que é minha referência 

de integridade... Sempre sofreu calado, com sorriso no rosto... E hoje mesmo conosco, não 
escondia sua preocupação...


Do meu avô guardo seu jeitinho manso, sua paciência invejável e sua risada incomparável... 

Não tenho muitas recordações, mesmo na infância a convivência não foi muita, mas é um 
pedaço de mim que se vai hoje...


Padre Fábio de Melo nos ensina que “muitas vezes não temos o poder de mudar os fatos, 
mas sempre temos o poder de permitir que eles nos mudem e que o sofrimento bem 
interpretado e bem administrado nos torna mais humanos” ...


Deixo este texto em homenagem ao meu pai que neste momento perde seu referencial... 


http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=11301

Vô que você e o Vô Dolfi façam grandes bailes ai no céu... Você com seu violão e o Sr. Fric 
com sua sanfona... Amo vocês... Cada um de um jeito diferente, mas de um mesmo 
sentimento...

Obrigada pelo avô que você foi, do seu jeito...



Raquel